CARNAVAL – Caia na folia de forma consciente

Caia na folia de forma consciente

carnaval-3

Pequenas atitudes podem garantir um carnaval alegre, seguro e socialmente responsável

Carnaval é tempo de alegria. Mas a irreverência, marca principal da festa, não é desculpa para se esquecer de algumas atitudes socialmente responsáveis.

O consumo consciente não diz respeito apenas a atitudes com relação ao próximo e ao planeta. Cuidados com a saúde e com a segurança próprias também estão relacionados ao consumo consciente.

 

Abaixo algumas dicas para brincar muito – conscientemente.

 

  • Não deixe seu lixo por aí. Leve uma sacola ou mochila na qual você possa armazenar o lixo que produzir até conseguir uma lixeira para descartá-lo.
  • O Carnaval é marcado por uma verdadeira explosão de criatividade. Tanto no desfile das escolas de samba, passando pelos bailes carnavalescos e pelos blocos de rua, as cidades são tomadas por fantasias criativas e irreverentes. Mostre que você é mais criativo ainda. Utilize materiais biodegradáveis na confecção de sua fantasia.
  • Se for viajar de carro, vistorie seu carro. A medida pode trazer ganhos para seu bolso e para o meio ambiente, além de maior segurança nas estradas.
  • Brincadeiras com água, como molhar os foliões com mangueiras, é coisa de outros carnavais – literalmente. A estiagem é coisa séria, que não pode ser desconsiderada nem mesmo no Carnaval.
  • Tenha paciência. Afinal é Carnaval. Perca alguns minutos nas filas dos banheiros químicos. A sua cidade agradece.
  • Se for viajar, respeite o lugar que o acolhe, seja preservando a natureza e respeitando os costumes e a cultura locais.
  • Fique atento para não perder seus documentos. Leve apenas o básico, como carteira de identidade ou de motorista.
  • Cuide-se de si mesmo: prefira comidas leves, beba muita água e sucos e aproveite para se desligar dos problemas. Resumindo: seja feliz.
Anúncios

Segurança em Condomínios

Segurança em Condomínios

Todos os síndicos, funcionários e moradores devem estar atentos à normas simples de segurança que poderão impedir muitos delitos.

É verdade que o bandido quando quer, ele entra em qualquer prédio, um exemplo é a nova onda de assaltos à prédios de alto padrão e com muitos mecanismos eletrônicos de vigilância.

O condomínio não precisa gastar fábulas de dinheiro para estar mais seguro, a maior parte dos assaltos não ocorre por falta de equipamentos, como câmeras e alarmes, e sim por falhas humanas.

Alguns cuidados que devem ser tomados pelos funcionários e condôminos:

  • Solicitar a identificação de todos os moradores e visitantes.
  • Abordar cautelosamente entregadores, nunca deixando que entrem no prédio ou andem desacompanhados.
  • Cuidado na entrada de veículos, identificar os ocupantes e de locais de estacionamento.
  • Atentar ao movimento, não permitindo que outras pessoas peguem “carona” na entrada de condôminos.
  • Nunca deixar a porta da guarita aberta.
  • Nunca comentar sobre as aquisições e bens de moradores, assim como da situação financeira e pessoal.

Essas são apenas algumas das preocupações que o síndico deve ter, o síndico profissional tem a experiência e conhecimento necessários para orientar os funcionários e terceirizados sobre como desempenhar as suas atividades de forma eficiente e segura.

********************************************************************

Renato Moreno Munhoz

21-7932-1878

renato@condominiosimples.com.br